Dia 2

Entra em casa. Na parede branca a luz do sol forma um desenho iluminado, o vidro da janela cintila. O peso da respiração diminui nesse espaço. Caminha descalço de sapatos e das meias pela sala. Algumas coisas dão mais prazer do que outras e, talvez por isso, os detalhes evocam uma súbita saudade. O rangido do portão da rua indica a chegada. Agora há a noite, carregando em si outros deleites.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s