Passa tempo

Apesar de ser uma vila, ainda não encontrei nenhuma. Esse bairro é um pouco estranho. Algumas ruas curvadas, subidas, becos, avenidas pouco habitadas, escadaria, a praça com um relógio e com um sino, uma alameda cheia de vida, partes vazias de tudo. Passo todos os dias por essas ruas, às cinco e às onze. Hoje, na ida, vi um terreno cimentado e vários gatos sentados. Olhavam para algum lugar e se ignoravam. Também fiquei olhando para esse algum lugar. Mas quase perco a hora. Gostaria de ser um felino.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s